Risadas :]

Para a sua diversão

Posts Tagged ‘Morte’

Putin e Fidel

Posted by Marcelo Malta em 21, março, 2009

Putin foi a Cuba e ficou impressionado com o número de pessoas usando sapatos furados, rasgados em cima etc.
Perguntou então a   Fidel a razão disso. Afinal, já se passaram 40 anos de “melhoras” e as pessoas ainda estavam com sapatos rasgados e maltratados nos pés?

Fidel, indignado, respondeu com uma pergunta:
– E na Rússia, não é a mesma coisa? Vai me dizer que lá todo mundo tem sapato novo?

Putin disse a Fidel que fosse a Rússia para conferir. Se ele encontrasse um cidadão sequer com sapatos furados, tinha a permissão para matar essa pessoa.

Fidel tomou um avião e se mandou para Moscou.
Quando desembarcou, a primeira pessoa que viu estava com sapatos rasgados, furados que pareciam ter pertencido ao seu avô. Não titubeou. Tirou a pistola e matou o sujeito. Afinal tinha permissão de seu colega Putin para fazer isso.

No dia seguinte os jornais anunciaram:

BARBUDO MALUCO, MATA O EMBAIXADOR DE CUBA NO AEROPORTO DE MOSCOU.

Anúncios

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Eu não vi morte alguma, mas Clodo viu.

Posted by Marcelo Malta em 20, março, 2009

Uma homenagem do blog ao Deputado/Apresentador mais polêmico que já tivemos.

clodovil

Posted in Fotos Engraçadas | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Placas Estranhas #9

Posted by ulires em 12, dezembro, 2008

morte permitida

Posted in Placas Estranhas | Etiquetado: , , , , , , | 5 Comments »

Escolhendo o melhor lugar

Posted by Meerstempel Badist em 30, julho, 2008

Um senador está andando tranqüilamente quando é atropelado e morre. A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.

– Bem-vindo ao Paraíso! – diz São Pedro
– Antes que você entre, há um probleminha.

Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você.
– Não vejo problema, é só me deixar entrar – diz o antigo senador.
– Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores.. Vamos fazer o seguinte:

Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade.
– Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o senador.
– Desculpe, mas temos as nossas regras.

Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe. Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia trabalhado. Todos muito felizes em traje social. Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo. Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar.

Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas.
Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora. Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe.

Ele sobe, sobe, sobe e porta se abre outra vez. São Pedro está esperan do por ele. Agora é a vez de visitar o Paraíso. Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando. Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São Pedro retorna.

– E aí? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Agora escolha a sua casa eterna.

Ele pensa um minuto e responde:
– Olha, eu nunca pensei… O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno.

Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo. Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos. O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.

– Não estou entendendo – gagueja o senador – Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!

Diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:
– Ontem estávamos em campanha. Agora, já conseguimos o seu voto…

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Dando notícia

Posted by Meerstempel Badist em 30, junho, 2008

O Quim, o Zé e o Joca trabalhavam numa obra. De repente, o Quim caiu do 15º andar e morreu.
O Zé disse:
– Um de nós tem que avisar a mulher dele…
Ao que o Joca respondeu:
– Eu sou bastante bom nessas coisas, eu vou!
Passada uma hora, o Joca estava de volta, com um engradado de cerveja.
O Zé perguntou:
– Onde arranjou isso?
– Foi a viúva do Quim que me deu.
– Como é? Você diz que o marido dela morreu e ela te dá uma caixa de cerveja?
– Não foi bem assim. Quando ela abriu a porta, eu disse:
– Você deve ser a viúva do Quim.
Ela respondeu:
– Não, eu não sou viúva!
E eu disse:
– Quer apostar um engradado de cerveja comigo?

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Sara morreu

Posted by Meerstempel Badist em 25, junho, 2008

O Jacob vai colocar um anúncio no jornal.
– Gostaria de colocar um nota fúnebre do morte de meu esposa, diz ao atendente.
– Pois não, quais são os dizeres?
– Sara morreu!
– Só isso? espanta-se o rapaz.
– Sim, Jacob não quer gastar muito.
– Mas o preço mínimo permite até 5 palavras.
– Então coloca: “Sara morreu. Vendo Monza 94.”

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Advogado no trânsito

Posted by Meerstempel Badist em 5, maio, 2008

Um advogado andava em altíssima a velocidade pela cidade com seu BMW, quando foi parado pelo guarda de trânsito.

Guarda: – O senhor estava além da velocidade permitida, por favor a sua habilitação.
Advogado: – Está vencida.

Guarda: – O documento do carro.
Advogado: – O carro não é  meu.

Guarda: – O senhor, por favor, abra o porta luvas.
Advogado: – Não posso, tem um revólver aí que usei para roubar este carro.

Guarda (já bastante preocupado):

– Abra o porta malas!
Advogado: – Nem pensar! Na mala está o corpo da dona deste carro, que eu matei no assalto.

O guarda, vendo-se diante das circunstâncias, resolve chamar seu superior. Chegando ao local, o superior dirige-se ao advogado:

– Habilitação e documento do carro por favor!
Advogado: – Está aqui senhor, como vê o carro está no meu nome e a habilitação esta regular.

Superior: – Abra o porta-luvas!
Advogado (tranqüilamente…): – Como vê só tem alguns papéis.

Superior: – Abra o porta malas!
Advogado: – Certo, aqui esta… como vê, está vazio.

Superior (constrangido): – Deve estar acontecendo algum equívoco, o meu subordinado me disse que o senhor não tinha habilitação, que não era o dono do carro pois o tinha roubado, com um revólver que estava no porta luvas, de uma mulher cujo corpo estava no porta malas.

Advogado: – Só falta agora esse sacana dizer que eu estava em alta velocidade!

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

Advogado pobre

Posted by Meerstempel Badist em 1, abril, 2008

Um advogado honesto morre na pobreza. Seus colegas sentindo-se mal por sua família, decidem fazer uma coleta para arrecadar fundos para o funeral. Encontram com um homem e lhe perguntam:
– O senhor teria um real para enterrar um advogado?
– Para enterrar um advogado? Tomem 100 reais e enterrem mais 99!

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , | Leave a Comment »

A morte da sogra

Posted by Marcelo Malta em 14, março, 2008

O genro chega no trabalho triste e se abafa com um amigo
– A minha sogra morreu! Será que eu trabalho ou vou ao enterro!
O amigo respondeu:
– Primeiro o trabalho, depois a diversão!

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

Funeral diferente

Posted by Marcelo Malta em 10, março, 2008

Saindo do Supermercado um homem se depara com um estranho funeral… Achou aquilo muito estranho e parou para olhar. Primeiro vinha um caixão preto. Depois, um segundo caixão preto. Em seguida, um homem sozinho levando um dobermann na coleira. Finalmente, atrás dele, uma longa fila indiana só de homens, que quase dobrava o quarteirão.

Não contendo a curiosidade, ele se aproxima delicadamente do homem com o cachorro, e diz baixinho:
– Meus sentimentos por sua perda… Eu sei que o momento não é apropriado, mas eu nunca vi um enterro assim! O senhor poderia me dizer quem faleceu?
– Bem… No primeiro caixão está a minha esposa.
– Puxa! Sinto muitíssimo!
– O que aconteceu com ela?
– Meu cachorro… Ele a atacou…
– Nossa, que tragédia! E o segundo caixão?
– Está minha sogra… Ela tentou salvar a filha…

Fez-se um silêncio consternado. Os dois olham-se nos olhos.

– Me empresta o cachorro?
– Entra na fila!

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Dois em uma tumba

Posted by Marcelo Malta em 2, março, 2008

Uma menina e sua avó vão ao cemitério.
A menina pergunta:
– Vovó, é possível enterrar dois homens em uma mesma tumba?
– Não querida, por quê?
– Porque ali diz: “Aqui jaz um advogado e homem honesto”.

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Eutanásia

Posted by Marcelo Malta em 20, fevereiro, 2008

Ontem, minha esposa e eu estávamos sentados na sala, falando das muitas coisas da vida.  Falávamos de viver ou morrer.

Eu lhe disse:
– Nunca me deixe viver em estado vegetativo, dependendo de uma máquina e de líquidos. Se você me vir nesse estado, desliga tudo o que me mantém vivo, sim?
Você acredita que a cretina se levantou, desligou a televisão e jogou  minha cerveja fora?

Posted in Textos Engraçados | Etiquetado: , , , , , , , , , | 1 Comment »

Lula morreu…

Posted by Marcelo Malta em 20, fevereiro, 2008

O Presidente Lula morreu, então…

…Fizeram uma reunião em Brasília para decidir onde ele seria enterrado. Um sem-terra sugeriu:
– Deve ser enterrado em Guaranhuns. É a terra dele.
Então um bêbado, que não se sabe como entrou na reunião, disse, com aquela entonação típica dos bebuns:
– Em Guaranhus pode… Só não pode em Jerusalém!
Ninguém deu bola para o que ele disse. Um petista falou:
– O companheiro deve ser enterrado em São Bernardo. Foi lá, junto com a gente, que ele viveu e fez sua carreira sindical e política.
O bêbado mais uma vez interveio:
– Em São Bernardo pode… Só não pode em Jerusalém!
Novamente, ninguém lhe deu ouvidos.
– Nem em Guaranhuns, nem em São Bernardo – interveio um pemedebista – Deve ser enterrado em Brasília, pois era o Presidente da República e todos os presidentes devem ser enterrados na Capital Federal.
E o bêbado, novamente:
– Em Brasília pode… Só não pode em Jerusalém!
Aí, perderam a paciência e resolveram interpelar o bebum:
– Por que esse medo de que o Lula seja enterrado em Jerusalém?
E o bêbado respondeu:
– Porque uma vez enterraram um cara lá, e ele RESSUSCITOU!

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Frase do dia – 12/02/2008

Posted by Marcelo Malta em 12, fevereiro, 2008

Viva cada dia como se fosse o último, um dia você acerta.

Posted in Frase do dia | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Indo para o céu

Posted by Marcelo Malta em 7, fevereiro, 2008

Mais de meio século de harmonia total naquele casamento.
Daí ele morre e, não demora muito, ela também vai pro céu.
Lá encontra o marido e corre até ele:
– Queriiiidooooo! Que bom te reencontrar! Estava morrendo de saudades!
– Não vem não, assombração! O trato foi:
ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE. AGORA VAZA!

Posted in Piadas | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »